Filiado ao PT, professor é morto e tem corpo queimado no interior do Paraná

Filiado ao PT, professor é morto e tem corpo queimado no interior do Paraná

Pelas redes sociais amigos manifestaram as condolências e grupos enfatizam que a morte foi um caso de homofobia. “Lindolfo era um educador do campo, envolvido com a luta dos pequenos agricultores de onde se originou e carregava esta identidade com muito orgulho, se desafiou a candidatura de vereador na última elei√ß√£o municipal, a qual n√£o foi eleito, mas compartilhou com muita humildade seus sonhos e convic√ß√Ķes de uma sociedade verdadeiramente livre”, postaram os amigos.

Lindolfo Kosmaski, de 25 anos, era morador de S√£o Jo√£o do Triunfo e foi candidato a vereador pelo PT em 2020. Ele era professor da rede estadual de ensino e militante da causa LGBT. A Polícia Civil investiga o caso.

Para mais informa√ß√Ķes sobre a regi√£o acesse o Portal J Mais clicando aqui.